A vida…

A vida passa, as pessoas passam, os fatos acontecem!

O que fazer com tudo isto?

Como lidar com o insolúvel?

Como lidar com o encontro com o humano que reside dentro de nós

 impotente, limitado, encouraçado,

 preso na sua história e que nos causa profunda angústia?

A contradição da libertação proposta por Deus

com a nossa finita possibilidade nos deixa aturdidos.

O que fazer com as incoerências constatadas,

com as dicotomias do encontro e desencontro,

da presença e da ausência,

de estar e não estar?

Este é o momento!

Momento de dicotomias e incertezas,

de sentir e chorar,

de mergulhar e emergir,

de questionar e buscar respostas que a vida não respondeu.

A vida passou, a história se fez, o sonho acabou!

As pessoas passaram e deixaram marcas, registros, cicatrizes…

Esta é a história da vida…

Lea Rocha Lima e Marcondes

30/06/2003