Visão Reichiana de saúde e de doença

Reich não desvincula o processo social da saúde. Organização social produz as estruturas de caráter de que necessita para existir. O homem –  objeto de necessidades, sujeito da história e do processo social.  A neurose da sociedade está intimamente ligada à neurose do indivíduo.

As proibições definidas pela sociedade são passadas às crianças pelos pais. Reich tem uma postura diferente da medicina psicossomática clássica. Ele entende que psiquismo e somático andam juntos e portanto adoecem juntos sem relação de causa e efeito. Todos os distúrbios psíquicos estão associados a distúrbios somáticos. Sua proposta é identificar e tratar das disfunções orgânicas pre-sintomáticas – as couraças.

                                              

Mecanismos psicofisiológicos da doença

            Os fenômenos somáticos e psicológicos são dois aspectos do mesmo processo e ocorrem no mesmo organismo.  Se referem aos processos fisiológicos constituídos de excitações no S.N. que podem ser estudados através de métodos psicológicos por que são percebidos sob a forma de emoções, ideias ou desejos.

Para aliviar a tensão psicológica é necessário uma certa quantidade de energia muscular. Emoções que são reprimidas por estarem em conflito não podem ser liberadas através dos canais habituais, sendo liberados sob a forma de sintomas que aliviam parcialmente as emoções reprimidas.

Respostas negativas aos estados emocionais são reações viscerais aos estímulos emocionais.

 

Lea Rocha Lima e Marcondes